Querência Serrana – Os Tiranos


9º Ronco do Bugio – São Francisco de Paula – RS – 1995.

QUERÊNCIA SERRANA

Letra: Telmo de Lima Freitas
Melodia: Telmo de Lima Freitas
Intérpretes: Os Tiranos

Venho lá de Cazuza Ferreira,
Brasileira querência serrana,
Onde bate um minuano daqueles
De durar quatro ou cinco semanas.

Com licença, São Chico de Paula,
Teu distrito te pede atenção
Para entrar no compasso do ronco,
De cordeona, pandeiro e violão.

O meu povo aprendeu desde cedo
Ser amigo, leal e fraterno;
Não ter medo da luta da vida,
Não afróxa o garrão pro inverno.

Quando a geada encaranga a campanha,
Nem a canha consegue esquentar…
Um camargo espumando a caneca
Dá vontade da gente tomar.

Trago grande e pinhão à vontade,
Sem maldade se vive a cantar.
O tio Beto contando as histórias
Que só ele consegue contar.

Quando bate um ventito daqueles
Que os palanques tilintam de frio…
Cazuzense encilha o cavalo
No compasso do velho bugio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s