Cincerro da Minha Tropilha – Marcelo Mendes e Mauro Silva


2º Saleiro da Canção Crioula – 2020.
Composição premiada com o Primeiro Lugar e Melhor Melodia.

Letra: Marcelo Mendes
Melodia: Mauro Silva
Intérpretes: Marcelo Mendes e Mauro Silva

CINCERRO DA MINHA TROPILHA

Quebra o silêncio do pago um cincerro cantador,
pescoceiro madrinheiro na estância madrugador.
Num tropel de melodias na frente da cavalhada,
benzido em noites de lua pela madrinha bragada…

Florido na primavera beija o pasto romanceiro,
quando retoça a eguada,lindeira ali do potreiro.
Nas águas claras do açude contraponteia um tajã,
reluzindo ao trote largo o sol de cada manhã!

Num verão castigador mescla sonidos e poeira,
pingando gotas de suor na forma lá da mangueira.
“Sencillo” as vezes se cala e seu bailado descansa,
só pra escutar a coscorra, do freio “das minhas confiança”!

Quando o minuano assobia pra te fazer um costado,
canta mas não se assanha prevendo algum tempo brabo.
Se o outono na campanha repontar folhas no vento
no sereno que tu choras se prendem ao teu pensamento…

Inverno pra o pelo grosso cobre tua face de geada,
floreando tuas cantorias num tilintar pela estrada.
Aqui fez tempo e morada sempre que a lida apresilha,
buenos picaços te seguem cincerro da minha tropilha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s