Fole Floreado – César Oliveira e Rogério Melo


21ª Sapecada da Canção Nativa – Lages – SC – 2013.

FOLE FLOREADO

Letra: Diego Müller e Rodrigo Bauer
Música: Edilberto Bérgamo
Intérpretes: César Oliveira e Rogério Melo

Eu trago um jardim florido no fole da minha cordeona…
Cada rama com suas flores, cada flor com seu aroma…
Pois quando eu abro este fole rebrota a flor da emoção
E começa a primavera, seja em qualquer estação!

Tem cisma de jasmineiro, senão de lírio e roseira
Traz o sotaque costeiro que há na flor da corticeira…
Algo de saudade crua, que bota cores na imagem…
E um beija-flor – no costado – namorador da paisagem!

Fole floreado floreando, lembra o olhar de sinuelo
Daquela que foi embora com uma rosa no cabelo…
Sua ausência ainda me fere… Um rio nos olhos revela!
– No fole eu cerrego as flores que nunca entreguei pra ela!!!

Eu trago um jardim florido – com panambis y esteros –
Feito uma tela de chita, sobre el cuero verdulero!…
Cada tecla uma flor branca… cada dedo um mainumby
Sorvendo o mel embrujado que ela deixou por aqui!

Tudo o que é feito de flores tem seus espinhos, porém…
Nos dedos trago o perfume…e as cicatrizes também!…
No fole desta cordeona, mais que uma estampa floral
Trago um olor musiqueiro brotando do pajonal!

Fole floreado floreando, lembra de quem não lhe quis…
O amor, depois que floresce, às vezes perde o matiz!…
Ela se foi sem floreios, nem se virou na cancela…
– no fole carrego as flores que nunca entreguei pra ela!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s