Estampa Lendária – Eliandro Luz


Ronda Virtual da Canção – 2020.
Composição premiada como Música Mais Popular.

ESTAMPA LENDÁRIA

Letra: Mário Nenê
Melodia: Eliandro Luz
Intérprete: Eliandro Luz

Aquela estampa lendária que na coxilha se avista
É o cartão de visita do Rio Grande dos galpões
Vai resistindo ao tempo mantendo o pago vivo
No seu viver primitivo preservando as tradições

Aquele semblante guapo chapéu tapeado ao vento
Carrega um sentimento maior que a fama pachola
É taura da velha escola do Rio Grande provinciano
Embora o passar dos anos vai no potro a bater-cola

Na imensidão das coxilhas vai o campeiro a contento
Um general farroupilha firmando a pátria nos tentos
Pois quando o dia amanhece e o gaúcho se levanta
A velha pátria floresce nos campos verdes da pampa

Templado em fogo de chão entre borralho e braseiro
Segue batendo tição o velho peão campeiro
Raiz no campo cravada tronco que o tempo não verga
Adoçando as madrugadas sorvendo o amargo da erva

Aquela estampa caudilha carrega a descendência
De quem tombou nas coxilhas peleando nas grandes guerras
No seu oficio campeiro segue guardando a querência
Mostrando sua existência aos quatro cantos da terra

Pois carrega o mesmo sangue pulsando em suas veias
E assim no más corcoveia quando a razão lhe puxa
Segue na amplidão do tempo sempre firmando a bandeira
Na sua vida campeira mantendo a história gaúcha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s