A Alma Que Habita em Mim – Leonardo Quadros


Ronda Virtual da Canção – 2020.

A ALMA QUE HABITA EM MIM

Letra: Leonardo Quadros
Melodia: Leonardo Quadros
Intérprete: Leonardo Quadros

A alma que habita em mim
Guarda muito de ancestrais
Água de mil mananciais
Sonoridades de antanho

Um universo tamanho
Por diante um campo aberto
Minha alma é qual a um cerno
Resistindo a dor do tempo

Tenho muito de água e vento
Fui pedra de boleadeira
Sou o mesmo a muito tempo
Eu sou da estrada a poeira

Poeira leve que dorme na estrada
Desperto a cada vento que me sopra sem saber
Que já fui pedra moura de canhada
Voei em boleadeira e hoje terra torno a ser
Poeira leve que dorme na estrada…

Sou semente que foi fruto
Fruto que já foi semente
Trago feições de minha gente
No semblante que carrego

Vivo este plano, não nego
Mas venho de outro tempo
E a alma que trago dentro
Transpassa humanas medidas

Entre chegada e partida
Desconheço início ou fim
Sei que viveu muitas vidas
A alma que habita em mim

E em mim a mesma alma de outra era
Aguarda outro tempo, outras vidas que virão
Paciente sigo em silêncio de espera
Meu tempo é a voz do vento, que sopra sem direção
E em mim a mesma alma de outra era

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s