Candidato Mal de Vida – Sadi Machado e Grupo Marca de Casco


12ª Festival de Música Crioula de Santiago – Santiago – RS – 1995.
Composição que conquistou o prêmio de Música Mais Popular.

CANDIDATO MAL DE VIDA

Letra: Sadi Machado
Música: Grupo Marca de Casco
Intérpretes Sadi Machado e Grupo Marca de Casco

Negra meu bem, me passe meu lenço branco,
Passe um cebo nos tamancos, eu vou pras vilas batalhar
Se tu puder, dá uma passada nos morros
E pede pra atar os cachorros, Deus o livre me “pegá”
Só não esqueça, tua mesa é na pedreira,
Tu não vai fazer besteira, tu não pensa em me “enganá”

Negra meu bem, no calçadão e na praça
Beija e abraça todos nossos eleitor
Leva parelho, preto e branco e mal trajado,
Porque o voto de pelado vale igual ao de doutor

A rapazeada não podemos dar moleza,
Se quiserem pão na mesa vão ter que “trabaiá”
Eu não sou Deus pra ser pai de todo mundo,
Se o barbado é vagabundo, tem mais é que se “virá”
Vou pra Gaspar, e pra Bonato, e pra São Jorge,
Vai ser só na “Lei do Borge”, não tenho nada pra “dá”

E amanhã cedo eu me vou pra Vila Nova,
Vila Rica, Guavirova e de lá pro Batalhão
Se tu puder, me avisa aquela gente,
Que esse ano é diferente, eu vou dar pau em vez de pão

Na Vila Itu, São Vicente e Belizário,
Esse povo é extraordinário e eu posso mesmo confiar
Da Boa Vista vou pro Rincão dos Castilho,
“As mãe” que chamem “os filho”, cheguei pra visitar
Quem não conhece essa figura carismática,
Tão bondosa e tão simpática, se elege pra lhe “ajudá”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s