Que Mão é Essa – Marcelo Oliveira


22º Reponte da Canção – São Lourenço do Sul – RS – 2006.
Composição premiada com o Segundo Lugar e Melhor Intérprete.

QUE MÃO É ESSA

Letra: Guilherme Collares
Música: Cristian Camargo
Intérprete: Marcelo Oliveira

Que mão é essa que palmeia as costas
E, fingida, aperta nossa mão amiga
E depois oculta de maldade e sombras,
Trampeia verdades e exalta mentiras.

Que mão é essa que afia adagas
Na pedra sincera de um olhar parceiro
E, depois, à espádua, contamina idéias
Com palavras falsas e um sentir matreiro.

Eu prefiro a mão que mostra a face branca
E nos bate à face com a cara à mostra,
Do que a garra afiada, a predizer maldades,
Com sorrisos falsos pra campear a volta.

Antes a verdade que até mesmo ofenda,
Que a mentira oculta e a mansidão daninha;
Antes a vileza confessa e aberta,
Que a revolta amarga e a traição mesquinha.

Antes o aporreado malino e velhaco,
Que mostra nos olhos o tombo que causa,
Que o tombo na incerta de algum falso manso,
Que esfrega o focinho na mão que lhe afaga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s