A Luz Que Verte dos Sonhos – Analise Severo


24ª Coxilha Nativista – Cruz Alta – RS – 2004.
Composição premiada com o Melhor Arranjo e Melhor Intérprete para a Analise Severo.

A LUZ QUE VERTE DOS SONHOS

Letra: Juca Moraes
Música: Diogo Matos
Intérprete: Analise Severo

O som da vida se vestiu de verso
Pra se encontrar com a melodia,
E os dois juntinhos ganharam os ares
Nesses cantares plenos de harmonia.

Quem traz a alma a lançar sementes,
Semeando auroras pra brotar a vida,
Sabe que a luz que verte dos sonhos,
É mais sublime quando dividida.

A mãe que gera uma nova vida,
Sabe de cor o som que ela tem,
E vê no choro da recém-nascida
A esperança a brilhar também.

Com a ternura de um amor profundo,
Renasce o sonho de um viver a dois.
Com a criança que ganhou o mundo
Nasce o futuro que virá depois.

Estradas longas, de chegadas tantas,
Rios e barrancas nesse vai e vem…
E a luz da vida alumbra os corredores
Com os valores que da alma vem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s