A Lua Na Volta Pra Casa – Joca Martins


15º Reponte da Canção – São Lourenço do Sul – RS – 1999.

A LUA NA VOLTA PRA CASA

Letra: Gujo Teixeira
Música: Joca Martins
Intérprete: Joca Martins

Vai a lua pela vista, na coxilha, debruçada…
e uma saudade caseira com légua e tanto de estrada;
com a alma de um retorno, parece que criou asas,
me dá um aperto no peito quando se volta pra casa.

Ainda lembro do dia, do “até logo” e o beijo dela,
e dos olhos bombeadores, com distâncias, na cancela;
no tranco do meu gateado – marca de copa da estância –
que parecia entender o porquê desta distância.

Na volta uma lua cheia, que faz a noite pequena,
e estrelas com lonjuras, qual os olhos da morena…
nos peçuelos vão lembranças… um retrato, coisas minhas,
um verso que eu fiz pra ela e uma oração pra Santinha.

Hoje o gateado é de tiro, no mesmo tranco do mouro,
vai tironeando o cabresto, só porque reluza ouro;
é que a lua, por vaidosa, trouxe brilhos, de sinuelo…
e esparramou-se no lombo, pondo luares no pêlo.

Talvez porquê esse tempo que somou tantos outonos,
tenha cruzado o meu rastro num sentido de abandono;
é que, ainda, ontem mesmo, com ganas de encilhar,
tive imagens florecidas, me pedindo pra voltar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s