Semente de Luz – Joca Martins


32º Reponte da Canção – São Lourenço do Sul – RS – 2016.
Composição premiada com o Primeiro Lugar, Melhor Melodia na Linha Campeira, Melhor Poesia Linha Campeira e Melhor Interprete (Joca Martins).

SEMENTE DE lUZ

Letra: Gujo Teixeira
Música: Cristian Camargo e Luciano Fagundes
Intérprete: Joca Martins

Um dia desses, com meu Pai, plantei sementes
-de frutas boas, de querer e mansidão-
galhos abertos, foram ao tempo, dando sombra
a um tempo moço, que encantou-me o coração.

E foram tardes de mormaços e aguaceiros
manhãs serenas de geada embranquecida…
Cuidou-se a planta, na intenção de ser eterna
dando sentido e uma razão real da vida!

Árvore grande, de copadas verdejantes
céu de uma estância “de ossitos, que eram bois”…
Por quantas vezes, repassei tropas e tardes
passando a infância, que não fica pra depois…

E foram noites, repartindo a luz da lua
em prosas mansas, de um saber que não regressa
ouvi histórias, tomei mates, fiz silêncios
vendo que o tempo sem querer, cruza de pressa.

Mas hoje a voz do que eu sou, chamou meu nome
-pedindo o colo de um balanço nos teus braços-
e eu me dei conta, que a semente que plantei
floresce linda, a procurar os seus espaços…

E a mesma planta, que foi luz e foi semente
que sonhei junto, com meu Pai, em frente a casa.
Hoje embala, tanto sonho que nem tive
e voam alto… Bem parece que tem asas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s