Quarador – Volmir Coelho


32º Reponte da Canção – São Lourenço do Sul – RS – 2016.

QUARADOR

Letra: Giba Trindade
Música: Volmir Coelho
Intérprete: Vomir Coelho

Brota meu verso e vem sonhar junto comigo
Vamos cantar o que faz bem pro coração,
Ternas visões das roupas brancas estendidas
Que ornavam vidas encantadas de verão.

Cantar uma sanga que alvejava nossa alma
Onde um guri buscava alento para brincar,
Polindo a infância nas pedras das corredeiras
Que a mãe campeira não perdia do olhar.

Vem para o peito junto a luz destas imagens
Cantar visagens de aguapés todos em flor,
Entre meus sonhos que hoje buscam liberdade
E uma saudade pra estender num quarador.

Chega meu verso pra louvar fundo de campo
Feito acalanto e mesma voz das lavadeiras,
Vamos cantar a quem quarou vestes e mágoas
Secando as águas da nossa gente campeira.

Cantar pra o tempo onde um guri cruzou feliz
Com lambaris mordendo as iscas de sabão,
Roupa estendida entre espinilhos nas barrancas
E essas lembranças que afloram no coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s