Volta de Tropa – Luiz Marenco


5º Carijo da canção Gaúcha – Palmeira das Missões – RS – 1990.

VOLTA DE TROPA

Letra: Eliezer Tadeu Dias de Souza
Música: Luiz Marenco
Intérprete: Luiz Marenco

Tropa entregue, trote largo,
Retorno hoje à querência,
Vou ruminando ausências
Que pastejei nos caminhos.
Esta ânsia de carinhos,
Numa carência baguala,
Que aos tropeiros embuçala
Quando andejam sozinhos.

Meu flete trocando orelhas,
Sonorizando as esporas,
Como uma dança das horas
De cascos ferindo pastos.
E este ringido de basto
Se completa em melodia
Na gaita da sesmaria,
Por onde deixo os meus rastros.

Que lindo ver a querência:
Cada serro, cada aguada,
Pra quem cruzou madrugadas,
Nas rondas sonhando vê-las,
Vem uma lágrima sinuela,
Ponteando a felicidade,
De quem viveu na saudade e
Etre a pampa e as estrelas.

No oitão do rancho, a china
Sonhando noites de espera
Num riso de primavera,
Reflorescendo faceira,
É uma flor de corticeira
Da minha pampa bravia
Que ficou contando os dias,
Mirando a luz da boieira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s