Quando Uma Taça se Quebra – Ana Krügger


14ª Moenda da Canção – Santo Antônio da Patrulha – RS – 2000.
Composição premiada com o Primeiro Lugar.

QUANDO UMA TAÇA SE QUEBRA

Letra: Vaine Darde
Música: Carlos Madruga
Intérprete: Ana Krüger

Quando uma taça se quebra
um pássaro cai do ninho…
Um verso se despedaça
ferido de luz e vinho.

Há uma tristeza infinita
nesse momento fatal
quando um grito se liberta
com acordes de cristal…

Ficam pedaços de estrela
luzindo sobre a toalha
qual se uma rosa vermelha
se desfolhasse na sala.

As mãos se deixam inúteis,
um brinde fica perdido
como se a noite chorasse
rubras lágrimas de vidro.

Os lábios guardam o gosto
do beijo que se desfez
e o buque que invade a casa
causa estranha embriaguez.

Nesse momento fugaz
resta um silêncio de pedra
morre um pássaro de luz
quando uma taça se quebra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s