Vocação – Ângelo Franco


31ª Coxilha Nativista – Cruz Alta – RS – 2011.
Composição que conquistou o Segundo Lugar.

VOCAÇÃO

Letra: José Carlos Batista de Deus e Eduardo Muñoz
Música: João Bosco Ayala e Luís Augusto Correa
Intérprete: Ângelo Franco

Pra que o final da carreira
Seja um altar pra o início
Todo mundo dá conselho
Quando se escolhe um ofício

Nos apontando um caminho
Seguindo o lume da plata
Pregam que o luxo da bota
Calça melhor que alpargata

Mal sabem que a vocação
Salta da alma pra fora
As vezes cruza encilhada
Nos deixa a pé e vai embora

Mas se, de fato, for nossa
Bem mais adiante se mostra
E dá uma segunda chance
Pra fazer o que se gosta

No rumo que a gente segue
Não deve pesar jamais
Qualquer calor do momento
Tem o contento dos pais

Depois de pegar a estrada
A luta é que guia o tino
E o rastro é testemunha
Se foi acaso ou destino

Somos frutos de uma escolha
Depois no cabe escolher
Há coisas que a gente perde
Pelo medo de perder

Me vejo de bem com a vida
Chego a pensar, comovido
Será que fiz a escolha
Ou eu que fui escolhido?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s