Sem Doma Não Há Cavalo – Abramo Machado e Felipe Araújo


2º Festival Nativista Baqueria de Los Piñares – Vacaria – RS – 2007.

SEM DOMA NÃO HÁ CAVALO

Letra: Felipe Araújo
Música: Délcio Rodrigues
Intérpretes: Abramo Machado e Felipe Araújo

Sobrou uma tronqueira antiga,
Plantada em meio à mangueira,
E um buçal dependurado
Num gancho de pitangueira.

Muitos vieram e outros virão…
Por certo queiram dizer,
Domadores há muito poucos,
Mas muitos se dizem ser.

Quem nasceu com a sina potra,
Sabe bem do que falo,
Sem doma não há “os troco”,
Sem doma não há cavalo!

Quem tira da doma seu pão,
Sabe como é que é…
É preciso ter paciência
Se o rio anda à bola-pé.

Aos olhos do domador
Se estampa um pago sem lida,
Sem potros para amansar,
Se vão seus sonhos de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s