Payador e Bordoneio – Adriano Lima


8ª Reculuta da Canção Crioula – Guaíba – RS – 1991.

PAYADOR E BORDONEIO

Letra: Anomar Danúbio Vieira
Música: Ricardo Martins
Intérprete: Adriano Lima

Extravasa um sentimento
Da tropilha dos anseios,
Amadrinhando floreios
Com garganta de cigarra…
No encordoado da guitarra
Se desmancha em bordoneio.

Sinuelo de noites longas
Trás, na culatra, a saudade…
De fiador – a liberdade
Num canto em prol da querência,
Bordoneando a convivência
De vida, paz e verdade.

Sementeira da ilusão
Em devaneios profundos,
Ecos da pampa, oriundos,
Da mais sábia professia;
Catedral da nostalgia
Curando as chagas do mundo.

Alma aberta em serenatas,
Domando potros destinos…
Da paixão dos campesinos
Entoa velhas payadas,
Envolvendo as madrugadas
No rude canto teatino.

Abraça mil sesmarias
No bojo do velho pinho,
Destapa muitos caminhos
No braço, ao toque dos dedos;
Desvendando algum segredo,
Escondido num carinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s