De Alinhavos e Chuleios – Cristiano Fantinel


3ª Salina da Canção – Balneário Pinhal – RS – 2016.
Composição premiada como o Melhor Tema Campeiro.

DE ALINHAVOS E CHULEIOS (BOMBACHEIRA)

Letra: Diego Müller e Leonardo Borges
Música: Halber Lopes
Intérprete: Cristiano Fantinel

Um ranchito de madeira… tardes tantas – costureira!…
Contendo a fé nas agulhas – por senhora bombacheira!…
E costurava assobiando tão dispersa, em seus floreios…
Adoçando o rude fado de alinhavos e chuleios!

Mais dos oitenta janeiros, com procedência pueblera,
…Beirando um rio – fronteiriço – lá das terras missioneiras!…
– Carregou nas mãos, paciência… nas “vista”, um corte certeiro…
Pois pra viver da costura hay que ter um dom primeiro!

E POR “RIBA” DO “BALCÃO” NASCIAM PILCHAS, VESTIDOS…
ALINHAVADOS COM ZELO, POR MIL SONHOS COMOVIDOS!…
– NOBRE ARTISTA DE CAMPO, CO’A SUTILEZA DAS PRENDAS,
ENTRE MEDIDAS E CORTES NO AGRADO DAS ENCOMENDAS!

Nos dedais, a astúcia antiga, enfeitou favos-de-mel…
Tanto nos linhos nocheros… ou nos tergais – cor de céu!…
Foram bombachas, jalecos… viu lã, veludo… algodão!…
– Que onde o capricho se ajeita a fama faz profissão!

E segue ao passo da vida – esperando a vida passar –
Lembrando casas e forros que os outros seguem a usar!…
…Ficando a máquina antiga num canto morto da casa…
– E foi do silbo que ela tinha que o meu canto criou “asa”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s