Quando Um Mata Mas Os Dois Morrem – Marcelo Oliveira


19º Ponche Verde da Canção Gaúcha – Dom Pedrito – RS – 2004.

QUANDO UM MATA MAS OS DOIS MORREM

Letra: Guilherme Collares
Música: Lisandro Amaral e Zulmar Benitez
Recitado: Lisandro Amaral
Intérprete: Marcelo Oliveira

O punhal no sangrador
– pele de encontro com o couro;
e por um simples instante,
dois corações batem juntos
num estertor crepitante!
Um vai morrer!… Já e pronto!
Mas no peito do que mata,
o coração morre um pouco…

Um é cavalo, o outro é homem…
No centauro da planura
dois seres fundem-se em um.
Por isso a faca que mata
aquele que está quebrado…
mata, também, um pedaço
da alma do que matou
um ser sem pecado algum.

O pecado sugerido
é ter nascido cavalo…
É saber que a humanidade
o chama de irracional;
ser taxado de animal
por quem rouba, estupra e mata…
Sem ter desculpa maior
que uma mente racional.

Dizem que bicho não pensa…
Mas homem será que sim?
Sou eu quem trabalha duro,
mas a ponta desta adaga
termina cravada em mim!
E o meu bom Deus que comanda,
ou não gosta de cavalo,
ou gosta da coisa assim!…

E morrer é o de menos,
há coisa muito pior…
… ser espancado, ferido,
machucado e ofendido
por quem usa seu esforço
para sustento e lazer!
O cavalo então pergunta…
pois necessita saber!!!

Dizem que bicho não pensa…
Mas homem será que sim?
Sou eu quem trabalha duro,
mas a ponta desta adaga
termina cravada em mim!
E o meu bom Deus que comanda,
ou não gosta de cavalo,
ou gosta da coisa assim!…

Mas no peito do que mata
– se for gaúcho e campeiro,
fica cravado uma estaca
mais mortal que a punhalada
que sangrou o companheiro…
Dor da perda de um amigo,
de aliviar sofrimento,
assassinando o parceiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s