O Fio da Meada – Nelson Cardoso


3º Um Canto Para Martin Fierro – Santana do Livramento – RS – 2001.
Composição premiada com o Primeiro Lugar e Música Mais Popular.

O FIO DA MEADA

Letra: Mauro Moraes
Música: Mauro Moraes
Intérprete: Nelson Cardoso

Cada “gaucho” com sua porfia
“Buenos dias”, vidinha” Que tal um abraço
Tchê, compadre, à moda Martin Fierro
Ando pelos sinuelos proseando com o gado

É meu jeito de “hablar” das paisagens
Sem meias verdades, com o pingo na sombra
É um campeiro sacando o sombreiro
Indo até Livramento para estar com as pessoas

A saudade me pealou, meu amor
Na verdade me conversou, minha flor
E eu caí do cavalo
Num tiro de laço no teu coração

E de alma tranquila e serena
Bombeio as estrelas com a lágrima pura
É o tempo da cara de triste
Toda vez que a velhice mateia às escuras

É o meu mundo na volta “das casa”
Entre o galpão e a sala, querendo partir
É o vento tenteando nas brasas
Soprando a fumaça pra gente não ir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s