Beco dos Arrojados – Nenito Sarturi e Os Campeadores


4º Canto Alegretense da Canção Gaúcha – Alegrete – RS – 1993.
Composição premiada como Melhor Música Fandangueira.

BECO DOS ARROJADOS

Letra: Emir Garaialde
Música: Sergio Rosa
Intérpretes: Nenito Sarturi e Os Campeadores

No Beco dos Arrojados,
Do Xirú, do tio André,
Era só varar os trilhos
Que a noite não dava pé.

Velhos pardas carrancudos,
Índios tauras macanudos,
Guaiaca pelas virilhas.
Um “três listras” na cintura,
Meia garrafa de pura
Junto ao catre, amanhecia.

Quando o facão alumiava
A policia não entrava
Porque tinha confusão!
Quem é que não tem receio,
Se “taio” de palmo e meio,
Pra eles, é beliscão!

Nos bailes de cola atada
Uma gaita mal domada
Tocava um arrasta-pé.
Tremulava o candeeiro
Numa mistura de cheiro
De sovaco com chulé.

Uma vez levei um tombo,
Um planchaço pelo lombo,
E saí tastaviando…
Corri lá pro “Flor da Aurora”,
Na fuga perdi uma espora,
A outra ficou cantando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s