Campo e Guitarra – Raineri Spohr


11º Um Canto Para Martín Fierro – Santana do Livramento – RS – 2009.
Troféu de Melhor Intérprete para o cantor Raineri Spohr.

CAMPO E GUITARRA

Letra: Diego Müller e Osmar Proença
Música: Zulmar Benitez
Intérprete: Raineri Spohr

Se eu me tornei campo largo,
Viajei no canto dos galos
Foi para ver a madrugada
Encilhar os meus cavalos!
Tenho um santo que me leva
Entre o basto e o chapéu
O campo largo por frente
E a proteção lá do céu!

Uma guitarra campeira
Para amadrinhar o meu canto
No galpão eu desencilho,
Ao pé do fogo me planto!
Meu destino é virar pó
Quando me apartar das garras
Renascer num alambrado
Para ser campo e guitarra!

Sou um pedaço do campo
E ele um pedaço de mim
E sendo assim um do outro,
Vamos juntos até o fim!
Ao confessar pra guitarra
Um tanto dos meus segredos
Pressinto a aura do campo
Me cutucando nos dedos!

O campo é uma poesia
Recitada à toda hora
Basta que a gente consiga
Olhar de dentro pra fora!
A guitarra é um potreiro,
Mangueirão de labirinto
Prendendo tudo o que eu vejo,
Soltando tudo o que eu sinto!

Por isso num galpão simples
Campo e guitarra se encontram
Na intimidade das horas
Que acordes tocam e cantam!
E se eu renasço todo o dia
E a solidão nunca me agarra
É porque eu sou meio campo
E outra metade guitarra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s