Batendo Casco – Joca Martins


8ª Estância da Canção Gaúcha – São Gabriel – RS – 2000.

BATENDO CASCO

Letra: Mauro Moraes
Música: Mauro Moraes
Intérprete: Joca Martins

Num trote fronteiro de atirar o freio,
vou topando o vento, só por desaforo
de ganhar a vida num gateado oveiro,
loco de faceiro, junto dos cachorro!

Pelo campo afora, pelas campereadas,
apresilho os olhos num florear lindaço;
de arrastar pra o toso ‘as ovelha-mestra’
e tudo que não presta de arredor do rancho…

Me pilcho bem lindo – tipo pro namoro –
cabresteando as rugas desse amor bagual
que ao “cambiar” das léguas, vai boleando a perna
pra Santana Velha do Rio Uruguai!

De sovéu bem curto, “vamo” meu cavalo
amagando pealos nesses mundaréu…
atorando as chircas numa manga d’água,
amadrinhando a mágoa sem “tirá” o chapéu!

“Semo” um do outro sem “rasgá” baixeiro,
adelgaçando o pêlo nesse manancial,
Aparando as crinas, do pescoço à orelha,
de uma égua prenha, sem “passá” o buçal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s