O Choro da Carreta – Leonardo Díaz Morales


20ª Vigília do Canto Gaúcho – Cachoeira do Sul – RS – 2009.
Composição premiada com o Segundo Lugar e o Melhor Arranjo.

O CHORO DA CARRETA

Letra: Rafael Teixeira Chiappetta
Música: Sabani Felipe de Souza
Intérprete: Leonardo Díaz Morales

Chora carreta, chora…
Chora teu choro na estrada,
Chora no passo dos bois
Que a pua vem da guilhada.

Gemendo vai a carreta
E o rumo fica traçado,
Pede passagem na pampa
Com seu gemido chorado.

Chora carreta chora…
Chora teu choro manhoso,
Chora carreta gaúcha
Pra virar rancho no poso.

Quando parada a carreta
É o rancho do carreteiro
É só leva na quincha
A casa do João Barreiro.

Chora carreta, chora…
Chora teu choro entoado,
Chora carreta esquecida
Como chamando o passado.

No gira-gira da vida,
Sempre virá o depois…
Hoje se vai a carreta,
Sempre na frente dos bois.

A pressa veio maleva,
Golpeado aquele que corre…
Alubunou-se as estradas
E mais ligeiro se morre.

O tempo vem sem piedade
Com outro clamor no bordão,
Então ficou a carreta
Chorando na minha canção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s