Flor de Tapera – Fabiano Bacchieri


4ª Galponeira de Bagé – 2007.
Composição premiada com o Segundo Lugar e Melhor Instrumentista (Juliano Gomes).

FLOR DE TAPERA

Letra: Fernando Soares
Música: Juliano Gomes
Intérprete: Fabiano Bacchieri

Ao trote pego o rumo desta estrada,
No findar da madrugada quero apear na tua cancela,
Pois brilha teu olhar de lua mansa
Num compasso que balança, refletido na barbela.

O cheiro do orvalho que apeia
Numa flor de pitangueira quando cruzo na tapera,
É o mesmo que se encontra perfumado
Na querência dos teus lábios, me esperando na janela.

Florzita de campo, flor de tapera…
Teu doce de encanto, de tiro no campo ,
Pra um sonho de espera.
Florzita de rancho bordando a janela…
Semblante moreno, olhar com sereno
Desta primavera.

O vento molda a pampa de canhadas
Pra estender longe a mirada, sobre o vasto das flechilhas
E o casco, encurtando meu caminho,
Pra cruzar com teu carinho, no afrouxar da presilha.

Teus olhos com lampejos na mirada
Quando apeio na ramada, me acenando da janela,
E os lábios murmurando querendonas,
Pitangueados pelo aroma, que roubou de uma tapera.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s