Um Quadro Inacabado – Maurício Barcellos


15º Grito do Nativismo – Jaguari – RS – 2001.*

UM QUADRO INACABADO

Letra: Mauro Marques
Música: Adão Quevedo
Intérprete: Maurício Barcellos

Num outro lado, perdido,
há um lugar escondido
e algum pedaço de mim…
há um quadro inacabado,
pendurado num passado
que não passa… e não tem fim!

Há penumbras e candeeiros
no meio dessas imagens
que sobraram de nós dois…
promessas soltas no mundo,
quando um silêncio profundo
apaga o rancho depois.

E o tempo fecha cancelas,
postigos, portas, janelas,
com trancas de um nunca mais.
Mas a saudade atropela
e vai buscar, junto dela,
a chave desses portais.

Parece até, de repente,
que tudo o que a gente sente
não passa de solidão…
que nada foi de verdade,
e que essa mesma saudade
não é mais que uma ilusão.

Ah, que ilusão mais doída!
Vem abrir tantas feridas,
há muito cicatrizadas!
Vem tingida de adereços,
a cobrar todos seus preços
que não paguei pela estrada.

Quem sabe chega do nada,
a desvairar madrugadas,
a reviver sentimentos?
Pois… quem garante que a vida
não seja apenas, da vida,
a ilusão dos momentos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s