Recado de Tropilheiro – Marcelo Mendes


1º Canto Farroupilha de Alegrete – Alegrete – RS – 2009.

RECADO DE TROPILHEIRO

Letra: Marcelo Mendes
Música: Marcelo Mendes
Intérprete: Marcelo Mendes

Amigo velho, dá um recado à gurizada
Da espora atada, da crina e basto apertado,
Que no domingo vai ter um treino aqui na estância,
Já estou com ânsia de espetar meus aporreados.

Minha tropilha tá com folga dos rodeios,
“Dois mês e meio” que tão solto na invernada.
Tô só com os bueno, e os tramposo eliminei,
Pro salame eu carreguei até a petiça tostada.

Se a gurizada do Alegrete, nos rodeios,
Não fazem feio ao montar na matungada,
É que na folga do serviço e dos estudos
Se ajuntam tudo pra treinar uma gineteada.

Sou tropilheiro e na minha contribuição,
De mão em mão, repasso meus aporreados.
Seja de pêlo, basto ou gurupa sureña,
Deixo que venha ginetear do seu agrado.

E o zaino torto vem de tempo sem parada,
Nesta jornada, “veiaqueando” pelos rodeios,
Sacou de cima muito índio tupetudo
Que, garronudo, escorava tempo feio.

E a tubiana, a gateada e a douradilha,
Que os piá da vila andam “loco” pra montar,
Tão só treinando em cavalo de carroceiro
Que pra um fronteiro nao é um pingo pra surrar.

E avisa a todos que a cavalhada tá pronta
E que tem potra que falta experimentar,
Pois se alguma se afroxarem pro “reio”,
Eu bóto os arreio e pro serviço vou domar.

Mas se alguma for da volta e tombeadeira
E na mangueira levantar poeira do chão,
Solto pro campo pra que engorde bem dosada,
Cola aparada logo acima do garrão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s