Gaúcho Gaiteiro – Os Tiranos


9º Ronco do Bugio – São Francisco de Paula – RS – 1995.

GAÚCHO GAITEIRO

Letra: Salvador Lamberty
Música: Ricardo Marques e Ângelo Marques
Intérprete: Os Tiranos

Quando um gaúcho passa a mão numa cordeona
A alma canta em prelúdio de floreio
Os dedos correm procurando a baixaria
E os sentimentos se reúnem pra um rodeio

A intimidade une a gaita e o gaiteiro
E muitas notas nascem nas pontas dos dedos
Basta o motivo de fandango ou de festança
E um bom teclado pra entender os seus segredos

Gaiteiro toca, não me provoca
Porque a chinoca negaceia num olhar
Chama quem canta, não te levanta
Haja garganta pra poder te acompanhar

Tua cordeona é nascente de sons campeiros
E romantismos em cantigas prediletas
Pois cada baixo de tua gaita é uma estrela
A iluminar a inspiração dos teus poetas

Gaiteiro bueno transcendiz a própria estampa
Guardando ecos bem na alma do teu povo
Levas a história de uma terra livre e forte
E a certeza de um Rio Grande, tempo novo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s