De Santa Clara Ao Além – Luiz Marenco


10º Ponche Verde da Canção Gaúcha – Dom Pedrito – RS – 1995*

DE SANTA CLARA AO ALÉM

Letra: Gaspar Machado
Melodia: Leonel Gomez
Intérprete: Luiz Marenco

A lua se põe à vista,
Como quem vem de visita,
Semear a imagem bonita
Nos confins dos corredores.

Beijar a face das flores,
Chegar nos ranchos, por frestas,
E despertar as serestas
No peito dos cantadores.

Um raio guacho descansa
Sobre loncas ressequidas
Que, de dia, tomam vidas
E, à noite, velam as penas.

Dorme um par de nazarenas
Num gancho de pitangueira,
Sonhando com a barrigueira
E a fúria dos mais ventenas.

Lá no oitão da ramada,
Um grilo, altivo e faceiro,
Dobra o canto feiticeiro
E um cusco deita ao relento.

Vem no reponte do vento,
De longe, um berro de touro
E uma tropilha de mouros
Retouça no firmamento.

Se Deus artista pintou
Este quadro à imagem sua,
Fez dele, a estampa xirua,
Dolente, tristonha e bela.

A cada quadro, uma tela,
Conforme o quarto lunar,
Para que se possa olhar
E adormecer dentro dela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s