A Estrela e a Espora – João de Almeida Neto


20º Grito do Nativismo – Jaguari – RS – 2006.
Prêmios de Melhor Intérprete (João de Almeida Neto) e de Melhor Melodia (Alessandro Ferreira).

A ESTRELA E A ESPORA

Letra: Vaine Darde
Música: Alessandro Ferreira
Intérprete: João de Almeida Neto

A estrela exorbitou
No meio dos pirilampos
E uma estrela cadente
Buscou refúgio no campo.

O pêlo da noite escura
Uma ranhura luziu…
Fogo e fúria desatados,
Desastrado desvario.

Um estilhaço de luz
Com lampejos de manhã
Dividiu o pampa ao meio
Sob o olhar de Aldebarã.

Era fogo noite afora,
Noite adentro era sentelha…
Era uma estrela de espora
Numa espora de estrela!

Era um astro fugidio
Que declinara do eixo,
Deixando um rastro de fogo
Sobre a penumbra do trecho.

O astro pousou no pasto,
Bem no caminho das casas,
Numa lâmina de lua,
Floriu pétalas em brasas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s