Tempo e Conhecimento – Joca Martins


3º Canto Sem Fronteira – Bagé – RS – 2005.

TEMPO E CONHECIMENTO

Letra: Rodrigo Bauer
Música: Luciano Maia e Joca Martins
Intérprete: Joca Martins

Depois que os ipês florescem não vem mais geada
Três dias de vento norte e a chuva cai
Quem não ouviu essas frases já decoradas
Dos bisavós, dos avós e dos próprios pais?

Quem planta ventos depois colhe tempestades!
Quem fala o que quer escuta o que não queria
Rifões por serem velhos não tem idade…
São tão atuais que renascem a cada dia!

Por isso o conhecimento nos vem eterno
Dos tempos, talvez do instinto, por gerações…
Prenúncios de chuva e geada pelos invernos
Avisos de soalheiras pelos verões…

Quem ouve a voz dos mais velhos é prevenido
Atalha as distâncias, sabe se decidir
Aprende a evitar os erros já cometidos
E escolhe os caminhos certos pra prosseguir!

O tempo nos envelhece e é sempre novo
Traz leis e regras antigas, mas imortais…
Folclore que faz da velha “boca do povo”
A Fonte da Juventude dos Ancestrais!

A própria cultura deve a tantos ditados…
O avô ensina ao pai e ao neto depois
Por isso “filho de tigre nasce pintado”
E “o homen que é prevenido vale por dois!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s