Na Invernada da Tamanca – Joca Martins


15º Carijo da Canção Gaúcha – Palmeira das Missões – RS – 2000.
Compsoição que recebeu o troféu de Terceiro Lugar.

NA INVERNADA DA TAMANCA

Letra: Christian Davesac
Música: Joca Martins
Intérprete: Joca Martins

Crioula e de marca a tropilha da estância
trazendo na essência o sangue Cardal,
marcheiro gateado, eguada rosilha,
e a moura pra encilha babando o bocal!

Um vento parceiro levanta bem cedo
cobrindo os tapumes, entanguindo o lugar,
e o baio cebruno, pingaço de freio,
parceiro de lado que vem paletear!

De longe a boieira, prelúdio de campo,
no manso recanto dobrando o treval,
boiada fumaça, brazina e polianga
graxeando a picanha pelo pastiçal!

Um bando emplumado revoa na aguada,
resteva deixada juntou tacurus,
terneiros cruzados costeando o alambrado,
recém desmamados, espantam ñandus!

Um berro de touro ressona no mato,
um bater de cascos que chega e some,
uma lebre levanta e dispara ligeira,
gambeta de orelha nos dois Cimarrones!

Então desencilha o lombo da tarde
no esteio benzido pela tradição,
rincão do Rio Grande que o sul te fez verso
e agora descansa ao pé do fogão!

Mateando com a noite, trançando invernias,
templo e sacristia que um cerno sustenta,
e às vezes aguenta na quincha a saudade,
sovéu de amizade que nunca arrebenta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s