Rebenque – Fabiano Bacchieri


5ª Nevada da Canção Nativa – São Joaquim – SC – 2010
Composição premiada com o Primeiro Lugar e Melhor Letra (Xirú Antunes).

REBENQUE

Letra: Xirú Antunes
Música: Juliano Gomes
Intérprete: Fabiano Bacchieri

Solicitude de couro
E madeira reservada,
Mantenedor do equilíbrio
Sobre o respaldo das patas.

E deve de aparentar
A intenção de seu dono,
Quando paciência e retovo
Toca quem sabe dar.

Couro cru já destinado
Ao respeito e a obediência,
Calcula o bote mais certo
Com a certeza da cadência.

Parceiro da velha adaga,
Conhecem bem o ofício
De andar municiando vício
De apaziguar as bravatas.

Seu mandamento de campo
Defende cabeça e virilha,
Do pingo que se destina
A ser pingaço de encilha.

Dos descampados herdou
Os estouros e as branduras,
Ressecos da lida dura,
Umidades de suor…

Embora de ofício duro
Pelo tempo assinalado
Guarda na prata maciça
A nobreza perpetuada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s