Rebanho de Agonias – Rui Biriva


1º Acampamento da Canção Nativa – Campo Bom – RS – 1985.
Composição premiada com o Quarto Lugar.

REBANHO DE AGONIAS

Letra: Luiz Coronel
Música: Rui Biriva
Intérprete: Rui Biriva

Um rebanho de agonias
me foi dado em testamento,
no rumo dos quatro ventos
esparramei alegrias.

Não canto melancolias,
não sou pastor de tormentos,
alegrias eu invento,
guitarreando noite e dia.

Fosse um homem de cimento,
tapera hoje eu seria,
mas brota a flor da alegria
nos ramos do meu sofrimento.

Meus pesares e lamentos
levo à outras invernias,
dou cantos às ventanias,
com meus penares me aguento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s