Gauderiada – Guilherme Jaques


11º Canto Farroupilha de ALegrete – RS – 2019.
Composição premiada como Música Mais Popular.

GAUDERIADA

Letra: André Alfredo Coelho
Melodia: André Alfredo Coelho
Intérprete: Guilherme Jaques

Quando saio… a perder de vista
Num pingão… capa de revista
Lá me vou… aproveitar a vida
No fundão… do rincão do Batista

Venho de longe…
Num pingo de arreio
De a cabresto outro bom de freio
De buçal na anca
Cruzo na Lagoa Branca
E no Buracal eu me apeio

Baixo esse céu de brigadeiro
Que eu encrespo o cabelo
Junto a cavalhada
E não me peçam “más” nada
Que eu tô com a égua encilhada
Pra minha gauderiada
E o tom da espora meio que floreando
Em lá bemol
Rimando o tom da gaita véia
Todeschini antiga
Que floreava o baile até nascer o sol

Do Sobrado… são 3 légua até a São Leandro
Pouco o importa o tempo vem se armando
De poncho nos tentos
Prevenido sustento
Até o Passo do Blanco

Assobiando busco o rumo dessa trilha
Avistando ao longe a Corunilha
Cruzando essas grota
Na bailanta do Cota
Vou froxando as encilha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s