A Dor da Tapera – Joca Martins e Jairo Lambari Fernandes


1º Um canto para Martin Fierro – Santana do Livramento – 1999.

A DOR DA TAPERA

Letra: Eliezer Tadeu Dias de Souza
Música: Cristian Camargo
Intérpretes: Joca Martins e Jairo Lambari Fernandes

Sagrado Rancho Crioulo
Perdido na soledade
Aromas pelo interior
Fragrâncias de liberdade
Te transformando em tapera
Para rimar com a saudade

Ao te crismar de silêncio
Na estampa mais primitiva
As almas que te habitaram
Estão de certo ainda vivas
Em charlas de roncos e mate
As percepções sensitivas

Tapera tua dor é minha,
Temos o mesmo sistema
Viver de sonhos perdidos
Na busca do mesmo tema
Ao garimpar teus escombros
Pra transformar-te em poema

Há uma indecifrável magia
Onde a alma busca alento
O meu ser liberta o ego
Convergindo pra o teu centro
Ao apequenar-se a matéria
Para agrandar-me por dentro

E ao emigrar nossa gente
Vejo ruir teus esteios
E o sonho dos insensatos
A se apossar do alheio
Tentando botar no campo
Alienígenas ao meio

Tenho energia pagã
Que só a oração eternece
Não profanai a memória
Que o próprio tempo agradece
Por isso que te ofereço
Meu verso em forma de prece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s