Lamento a Um Laçador – Luiz Marenco e Jari Terres


15ª Sapecada da Canção Nativa – Lages – SC – 2007.
Composição premiada como Melhor Tema Campeiro

LAMENTO A UM LAÇADOR

Letra: Fernando Soares e Gujo Teixeira
Melodia: Luiz Marenco
Intérpretes: Luiz Marenco e Jari Terres

Campeiro de fato, saía pechando um brasino por conta,
na costa do mato encurtava distância com a rês noutra ponta;
na força do braço, estendendo a trança, se armava o destino,
cinchava no laço, deixava a presilha mandar no brasino.

Faz tempo, trouxeram o velho parceiro de lida, da estância
que, ao passo dos anos, cruzava comigo os campos do fundo.
Erguendo o bronze pra os olhos do povo que mira a distância,
deixaram solito um gaúcho de a pé buscando o seu mundo.

Se um dia erguesse, até mesmo de barro, uma outra imagem,
trouxesse a querência, o cusco e o cavalo de laço nos tentos,
um largo sombreiro, pra o sol veraneiro, clareando a paisagem
e um poncho pra o dia que tape a invernia do agosto com vento.

No lombo de um mouro, quadrava o corpo no trono do arreio,
do golpe do estouro trocava de ponta o boi no rodeio,
mas cuida do pago, na boca da grota não arma um pealo,
lamento que eu trago, se um maula dispara lhe falta o cavalo.

Faz tempo, um brasino de sina torena tenteando a picada,
negou-se da tropa, firmando galope, cruzando fiador…
E o rumo da trança, que traz num galope, ganhou a invernada
e, por bem montado, num tiro certeiro, se fez laçador.

É cria do campo, benzido na hora em que apeava a garoa;
na hora da encilha, bem quando a querência prendia-lhe o grito.
Talvez, por saudade, bombeia a cidade que o tempo encordoa,
tentando entender porque lhe trouxeram do campo solito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s