Na Fogueira da Milonga – Pirisca Grecco


13ª Tafona da Canção Nativa – Osório – RS – 2001.
Composição que conquistou o Segundo Lugar e Melhor Intérprete para o Pirisca Grecco.

NA FOGUEIRA DA MILONGA

Letra: Érlon Péricles
Música: Tuni Brum
Intérprete: Pirisca Grecco

É de fogo esta milonga
Que chega tomando conta,
Se alastrando pelo coração;
Vem soprando suas brasas,
Botando fogo na casa
Quando acende a chama da emoção.

Voa a cinza do silêncio
Quando venta um sentimento
Junto às cordas do meu violão;
É língua de labareda
Que vem queimando a tristeza,
Faiscando a solidão.

Ilumina minha noite quando sai;
No vermelho desse fogo ela me atrai;
Na fumaça da milonga
É que eu procuro os seus sinais.

Eu atiço esta milonga que se vai
Incendiando o meu lamento e tudo mais;
Milonga de chama viva
Faz arder meus fogueirais.

Milonga que de fogo é feita!
Milonga que meu sonho esquenta!
Milonga vai queimando lenta sem se apagar.

Milonga que meu fogo inventa
E o fogo sempre mais aumenta…
Eu jogo a minha lenha seca pra te ver queimar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s