Lagarteando – Nenito Sarturi, Antônio Gringo e Os Quatro Ventos


9º Festival da Música Crioula de Santiago – Santiago – RS – 1989.
Composição premiada como Música Mais Popular.

LAGARTEANDO

Letra: Nenito Sarturi
Música: Antônio Gringo
Intérprete: Nenito Sarturi, Antônio Gringo e Os Quatro Ventos

Lagarto saiu da toca
pra tomar banho de sol
e o tatu foi se chegando
que nem lambari no anzol.

O bugio tava chuleando,
contou tudo pra o lagarto…
O bicho ficou furioso
e trancou o tatu no quarto!

Lagarteando, lagarteando,
pegando sol, de mansinho,
vou campeando uma esperança
em cada curva do caminho.

“Seu” Lagarto, muy buenacho,
tem o sol por seu parceiro;
franze a testa, banca o macho,
lagarteia no terreiro.

Convida pra “lagarteada”,
lagartos da vizinhança,
namorando, na cruzada,
as lagartixas de trança.

Lagarteando pela vida,
sem ter solo eu me perdi
e o rebenque do destino
me guasqueou, ainda, guri.

Mas veio, enfim, o verão
me trazendo sol, de frente,
e uma china companheira
pra lagartear no sol quente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s