Romance da Flor Que Ninguém Cantou – Gustavo Teixeira


24ª Sapecada da Canção Nativa – Lages – SC – 2016.

ROMANCE DA FLOR QUE NINGUÉM CANTOU

Letra: Fábio Maciel
Música: Zé Renato Daudt
Intérprete: Gustavo Teixeira

Caía a noite – enquanto eu deixava o rancho –
largando a prata de um ‘quarto-cheio’ de lua
sobre uma flor, logo adiante da porteira,
que, por traiçoeira, me trouxe lembranças tuas!

Eu tinha apeado nesse rancho de cruzada
quem é da estrada sempre tem onde chegar –
E me topei com o teu rosto num retrato,
emoldurando um sorriso a me encantar.

E cada volta do teu rosto me lembrava
a flor mais linda, e por isso me encantou…
Sincera, a imagem, me dizia – sem palavras:
Aquela é a flor que poeta nenhum cantou!

Sempre que andejo a mesma imagem vem comigo
qual um castigo, destes bom de carregar –
E vou matando uma saudade – que já tenho
em cada flor que esta noite me entregar.

Tem tanta coisa que me inquieta a cada dia,
pois sei tão pouco, e bem mais quero saber…
Desde o aroma que perfuma o teu cabelo
ao gosto bom que o teu beijo deve ter!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s