Quando a Milonga Apear – Arthur Mattos, Vitor Amorim e Ricardo Beisheim


11ª Sapecada da Serra Catarinense – Lages – SC -2011.
Composição que comquistou o Segundo Lugar.

QUANDO A MILONGA APEAR

Letra: Ramiro Amorim e Maicon Oliveira
Musica: Maicon Oliveira
Intérpretes: Arthur Mattos, Vitor Amorim e Ricardo Beisheim

Quando a Milonga apear,
Trará consigo o meu verso
Acordando sonhos dispersos
Pra trotear nos corredores…
Quando a Milonga apear
Acordará as guitarras,
Que por saudade das farras
Inquietam os cantadores.

Quando a Milonga apear
trará consigo imagens
Das mais lindas paragens
Desenhadas no silêncio…
Quando a milonga apear
Pelo colo do progresso…
Será no tempo um regresso
Dos valores, do que penso!

Se me faltar a milonga
Faltará guarida aos versos,
E nem a luz do universo
Minh’alma irá refletir
Não poderei mais ouvir
Os bordoneios de outrora,
Que voltarão à memória
Quando a milonga surgir!

Quando a milonga apear,
Com sonhos e harmonias
E as mais lindas melodias
Carregadas de ideais!
Quando a milonga apear
Acendendo madrugadas,
Com emoções orvalhadas,
Trará a bandeira da paz

Quando a milonga apear
Na mala trará o legado,
Do pago e verso rimado,
Pra goela de um cantador!
Com ela irei transpor
Os limites da Querência…
E quem sentir minha ausência
Apeie onde ela for!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s