Feito Um Cincerro de Prata – Marcelo Oliveira


20ª Vigília do Canto Gaúcho – Cachoeira do Sul – RS – 2009.
Composição que conquistou os prêmios de Primeiro Lugar e Melhor Melodia.

FEITO UM CINCERRO DE PRATA

Letra: Lisandro Amaral
Música: Cristian Camargo e Márcio Rosado
Intérprete: Marcelo Oliveira

Feito um cincerro de prata
Que se apartou do badalo,
Lua minguante contemplo
No lombo do meu cavalo.

Qual mãe tordilha que apeia
Do ventre a potranca estrela,
No negro escuro da noite
Somente o céu pode tê-la.

E assim o céu testemunho
Dos meus caminhos mirantes
Viram que lua e destino
São mais que luzes e andantes.

Qual mãe tordilha que apeia
Para o carinho fraterno,
Mesmo no vulto da noite,
O escuro nunca é eterno.

E a luz que vem do teu olhar
Beijou o mar e a imensidão,
Rompeu o tempo e foi morar no amor.
Se a luz que vai do meu olhar,
Querendo estar num coração,
Rompeu a noite e amanheceu amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s