Na Trança da Primavera – Pedro Terra


12º Cante Uma Canção em Vacaria – Vacaria – RS – 2020.

NA TRANÇA DA PRIMAVERA

Letra: Antônio Sá
Melodia: Pedro Terra
Intérprete: Pedro Terra

Se o inverno passa chovendo,
Chego em setembro com corda…
E assim num grito de forma,
Se empeza outra primavera!

Da invernada da tapera
Vem o que me faz caudilho,
Atando tento em curnilho
Que há seis inverno espera!

Até a mangueira saluda,
E a terra pampa provoca,
Bota o pó na massaroca
Que só cai depois da baba.

O suor o tempo lava,
E cansaço pouco importa.
Depois que o pescoço entorta,
Tombo e maneia de trava!

Se a graxa tá no cogote,
Que venha os largo primeiro.
O mouro vem de ponteiro
Pedindo campo no “más”!

Buscando as mão se desfaz,
Paletão que é garantido,
Tranco os “pé” e boto sentido,
E ainda grito: “olha pra trás”!

Quem derruba não aperta,
Assim manda o ritual.
Se cai não é mais bagual
E já levanta apertado…

Se cada tombo é um pecado,
Quero morrer pecador:
Que a força de um pealador,
Se prova a cada bolcado!

Os “basto” são meu garanto,
Onde eles vão também vou…
Aprendi com meu avô
A não perder os arreios…

Todos entrego de freio
Depois de umas quantas sova,
E a minha raça se comprova
Botando boi no rodeio!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s