Andejo – Robson Garcia


12º Cante Uma Canção em Vacaria – Vacaria – RS – 2020.

ANDEJO

Letra: Mateus Neves da Fontoura
Melodia: Marcelo de Araújo Nunes
Intérprete: Robson Garcia

Chapéu e poncho, um pingo bueno e adaga
E toda a estrada pra agarrar o rumo
Meu mundo é o mundo de porteira aberta
Que a vida, incerta, é tudo o que procuro

Meus horiontes sempre mais distantes
Me fazem andante destas campereadas
Onde o riso largo de morenas lindas
Me apaixonam a alma pelas madrugadas

No rastro a poeira pra apagar os cascos
Vou cinchando luas pra contar segredos…
Não carrego medos de penar solito
Porque não me enoltam com qualquer sinuelo

Se estendo os pelegos vão virando catre
Sob um céu de estrelas que o sereno veste
Pois só trago a prece de seguir andejo
E escolher o rumo que mais me aquece

Por querência eu trago o sem fim dos campos
E por acalando o cantar dos grilos
Extraviado… Vivo a decidir meus passos
E afirmo as botas só nos meus estrivos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s