Bailanta do Tio Flor – Grupo Nativo Lichiguana


1ª Coxilha Nativista – Cruz Alta – RS – 1981.

BAILANTA DO TIO FLOR

Letra: ELton Saldanha
Música: Elton Saldanha
Intérprete: Grupo Nativo Lichiguana

Vamos embora, ver onde chora o cantor.
O pó levanta na bailanta do tio Flor!

Miro no espelho lá da cacimba,
Firmo o cabelo na brilhantina,
Vou me benzer na água benta da cantina.

Vamos embora, ver onde chora o cantor.
O pó levanta na bailanta do tio Flor!

Bombacha nova, par de botas de pelica…
Tomo uma pura, só pra ver como é que fica.
Sou cantador de flor, que não se achica.

Vamos embora, ver onde chora o cantor.
O pó levanta na bailanta do tio Flor!

Ouço, de longe, um sapucay…
São os taipeiros das barrancas do Uruguai.
E a gaita velha num “faz que vai, mas não vai”!

Vamos embora, ver onde chora o cantor.
O pó levanta na bailanta do tio Flor!

De relancina, maneio um olhar fujão,
E desempenho na polca de relação.
Quero prosear com a filha do patrão!

Vamos embora, ver onde chora o cantor.
O pó levanta na bailanta do tio Flor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: