Lá Pro Quinto Distrito – Volmir Coelho


18ª Vigília do Canto Gaúcho – Cachoeira do Sul – RS – 2007.

LÁ PRO QUINTO DISTRITO

Letra: Volmir Coelho
Música: Volmir Coelho
Intérprete: Volmir Coelho

Abri meus olhos pra dentro,
Montado no pensamento,
Cheguei na velha cancela
Que pro ranchito me leva,
De onde eu vim, já faz um tempo…

Beirando a sanga onde, um dia,
Matei a sede do pingo;
Das minhas pilchas de domingo
Faceiro pras carreiradas…
A minha alma brilhava
Mais que as rosetas da espora,
O tempo me trouxe embora
E a saudade me retorna.

Rodeado de paraísos
O velho rancho descansa,
Contempla o vento e a dança
Das folhas das laranjeiras
Que adoçava as brincadeiras
Da gurizada sadia.
Mate gordo ao fim do dia,
Saudades pra vida inteira.

Da vizinhança que, ainda,
Não mudaram e resistem,
Os que hoje não existem,
Deixaram lá sua semente.
O campo é a alma da gente,
Não morre nem se termina,
Cada um tem sua sina,
Somos passado e presente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: