Por Onde Anda Meu Verso – Raineri Spohr


18ª Mostra do Canto Campeiro – Dom Pedrito – RS – 2019.
Prêmio de Melhor Intérprete (Raineri Spohr).

POR ONDE ANDA MEU VERSO

Letra: Claudio Souza
Melodia: Djeson Guedes e Junior Guedes
Intérprete: Raineri Spohr

Meu verso anda distante deixou de ser meu parceiro
Anda arísco e caborteiro e ate não vem quando eu chamo
Nem lembro quando declamo, largo uns versos sem fiador
E assim de um jeito tapera anda meu peito cantor.

Tenho saudades do verso quando a tarde é derradeira
Quando a chuva tras a noite sorrateira no meu rancho
Quando do vento os açoites me trasem lembranças tua
A rima é sempre charrua, mas meu verso anda carancho.

Tenho esperança que o filho sinta saudades do pai
E deixe de “araganear” sem rumo certo, “alpedo”!
E que me diga sem medo que para a “copla” completa
Ele precisa do poeta, de amores e segredos.

Aí poderemos sim com toda a força do peito
Ter a verdade no verso que a campanha traduz
O fim de tarde será retratado em poesia
Será a luz que avisinha a alma pra um hô de casa!
Volta pra casa meu verso! Meu verso volta pra casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s