Da Invernada ao Matadouro – Igor Silva


18ª Mostra do Canto Campeiro – Dom Pedrito – RS – 2019.
Composição premiada co mo Primeiro Lugar, Melhor Letra, Melhor Tema Campeiro e Música Mais Popular.

DA INVERNADA AO MATADOURO

Letra: Igor Silva
Melodia: Igor Silva
Intérprete: Igor Silva

Vem tropicando la do fundo da invernada
Seguindo a eguada que adentrou la na mangueira
Gateado velho com a cara esbranquiçada
Virou matungo quem foi tigre na porteira.

Mancha no lombo deixada pela basteira
E a barrigueira desenhada nas costelas
Todo “Lonanco” virou lata quem foi ouro
De pechar touro nas cruzadas das cancelas.

Levou campeiros pelos verdes campos vastos
Tomou pinchassos das rosetas das chilenas
Por lei do homem vai ser morto meu gateado
Em meio a tantos que merecem esta condena.

Pois hoje vem o caminhão do salamero
E não tem chance nem de ao menos ser julgado
Com a própria vida hoje vai pagar a pena
Seu maior crime foi ficar velho e cansado.

Quem quando potro foi arisco e caborteiro
Depois de manso segurava o boi na trança
Pra criançada do patrão era um tesouro
Hoje é vendido por centavos na balança.

Talvez reviva num par de botas potreiras
Na lonca fina de sutileza de um guasqueiro
Mas a amizade entre o campeiro e seu cavalo
Vale bem mais que o resplendor de um fino apero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: