Pago Perdido – Gelson Manzoni e Grupo


10ª Califórnia da Canção Nativa do RS – Uruguaiana – RS – 1980.

PAGO PERDIDO

Letra: Antonio Augusto Ferreira
Música: Exerton Ferreira
Intérpretes: Gelson Manzoni e Grupo

Um rebenque, um freio, um par de esporas,
restos de história onde a saudade esbarra;
quem já foi tropa, mas é tento agora,
afina o coração pela guitarra.

Nasci onde nasceu o continente,
sou do tempo das tropas e manadas,
pintei de rubro o cerne dessa gente,
gastei poncho e cachorro nas estradas.

Tive tropilhas de pêlo e procedência
para amansar os rumos da querência.

Antes dos bretes e dos corredores,
rincões abertos para casco e guampa;
as madrugadas de Deus eram melhores
e mais rosadas as manhãs do pampa.

Cavalos, gados, campos, armas, sedas
– relíquias guascas que, à memória, trago –
perderam-se nos rumos e veredas
por onde andou a história do meu pago.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s