Xucra Cordeona – Jari Terres


4ª Semeadura da Canção Nativa – Tupanciretã – RS – 1992.
Composição premiada pelo Melhor Arranjo.

XUCRA CORDEONA

Letra: Jari Terres
Música: Frutuoso Araújo
Intérprete: Jari Terres

Velha cordeona contrabandeada de longe,
Sentaste praça nos galpões da minha querência;
Amanunciada pelas mãos de velhos mestres
Que perpetuaram à tua xucra existência.

Quando abro o fóle desta cordeona campeira,
Parindo notas que se espalham com o vento;
Brotando versos xucros como esta milonga…
Tu és teimosa, resistindo ao novo tempo!

Cordeona amiga, és como rosto de china
Que acariciado, sempre encontrou guarida;
Quando a saudade trança tentos de amargura,
Embuçalando velhos recuerdos da vida.

Nas noites frias, em roda de canha e mate,
Contos e causos onde o peão cruza com a morte…
Xucra cordeona, com teus acordes campeiros,
Enches a vida de quem não tem outra sorte.

Às vezes, quando tironeio esta cordeona…
Entre meus dedos canto a lida em melodia,
Domando potros ou escorando algum bochincho,
Xucros gaitaços que brotam com galhardia.

Mas seu eu pudesse enfrenar o meu destino,
Partir a trote pro derradeiro sogaço…
Os que partiram me encontrariam cantando
Com esta cordeona corcoveando nos meus braços.

Hoje, teu nome, xucra cordeona que eu canto,
Trago a cabresto por onde quer que eu ande;
De pago em pago, prego sempre a tua reza,
Tu te tornaste parte viva do Rio Grande.

Por isso o dia em que chegar o meu reponte
E o Patrão Santo quiser que eu vire saudade…
Xucra Cordeona, tu pode esperar, certeza,
Que eu te reponto pra o galpão da eternidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s