O Amor Adoça o Silêncio – Luciano Maia


17ª Seara da Canção Gaúcha – Carazinho – RS – 2011.
Composição que foi premiada com o Segundo Lugar e Melhor Melodia.

O AMOR ADOÇA O SILÊNCIO

Letra: Gujo Teixeira
Música: Luciano Maia
Recitado: Gujo Teixeira
Intérprete: Luciano Maia

O amor adoça o silêncio num sentimento comum
E a vida prova esse gosto na boca de cada um;
Com olhos de bem querer se vê bem mais que acolhida,
Quando o destino se mostra como um caminho pra vida.

Quem amansou ventanias pra viver dias de brisa,
Sabe encontrar alegrias pras horas que mais precisa;
Sabe buscar dias claros na calma da tempestade
E entregar seus silêncios a quem oferta a bondade.

Aonde a luz de um querer clareia um tempo maduro,
Nos abre os olhos da alma e aponta um rumo no escuro;
Mas todo o medo do adeus nos faz, assim, prisioneiros
Dessa inconstância do tempo e da precisão dos ponteiros.

O amor é dom, é querer, é ser findável e eterno,
Morrer e ressuscitar qual filho em colo materno;
Nos dá confiança que a vida nos leva a quem nos quer bem
Por um caminho distante, mas certeiro de ir além!

Por vezes, nos turva os olhos e amarga a boca… é verdade!
Num gosto tinto de vinho pra cada dor da saudade,
Mas por ser tempo em destino se molda à feição da vida,
Aonde o amor é certeza além do adeus da partida.

Cada palavra é uma troca de carinhos e momentos
E um silêncio, feito a dois, deixa esse tempo mais lento;
Então, encontro um olhar, destes teus, que bem me queira
Que o amor adoça o silêncio feito o mel das laranjeiras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: